PLANTÃO:
  • Setre defende na Polônia candidatura de Salvador para Mundial de Luta Olímpica
  • Encontro entre Setre e FAB acelera construção do Kartódromo da Bahia
  • 'Agradeço a confiança de Rui Costa', retribui Gomes sobre ida para a Setre
  • Alvaro Gomes o deputado da inclusão social

Mandato

Renato Rabelo é condecorado na Bahia

23/11/2014

"Nunca mais o despotismo regerá nossas ações, com tiranos não combinam, brasileiros corações". A estrofe do Hino ao 2 de Julho, que marca a Independência da Bahia, encerrou o discurso do presidente nacional do PCdoB.


Baiano de Ubaíra, Renato Rabelo foi condecorado com o Título de Cidadão Benemérito da Liberdade e da Justiça Social João Mangabeira, mais alta honraria da Casa, pela Assembleia Legislativa da Bahia, na manhã desta sexta-feira (21).


Iniciativa do deputado Álvaro Gomes (PCdoB), a sessão especial, prestigiada por uma plêiade de comunistas das mais diversas patentes políticas, foi marcada por elogios ao homenageado, e por veementes críticas a setores da elite nacional que tentam forjar um clima de instabilidade no segundo mandato do governo Dilma Rousseff.


Álvaro Gomes recorreu ao poeta e dramaturgo alemão Bertold Brecht (... Há homens que lutam um dia, e são bons. Há outros que lutam um ano, e são melhores. Há os que...) para destacar a atualidade da relação entre a história do homenageado e o momento político que vive o Brasil.
 

O comunista disse que "Renato Rabelo tornou-se uma das mais respeitadas lideranças do país, por todas as forças políticas, de distintas matizes ideológicas, sem nunca ter mudado de lado, ou ter deixado arriar a bandeira vermelha do partido que lidera".
 

GUERRILHA DO ARAGUAIA
 

Álvaro ainda historiou a vida de Renato Rabelo na clandestinidade, no exílio na França, e do seu trabalho à frente da legenda depois de seu retorno ao país em 1979, beneficiado pela Lei da Anistia. Assim como junto aos governos Lula e Dilma, como defensor do projeto mudancista, assegurando desenvolvimento social, soberania nacional e o fortalecimento da democracia.
 

O proponente ressaltou que a condecoração concedida ao presidente nacional da legenda é também uma homenagem "aos que tombaram na Guerrilha do Araguaia, à memória de figuras como João Amazonas, Diógenes Arruda, Elza Monerat, Loreta Valadares, Dinéas Aguiar e outros comunistas que continuam presentes em nossos punhos erguidos. Viva Renato Rabelo, herói dos comunistas e do povo brasileiro".
 

Deputada Kelly Magalhães (PCdoB) falou do legado do homenageado, e do seu importante papel no instante em que passa o Brasil para "assegurar a governabilidade do governo Dilma e combater os idiotas de plantão que pedem a volta da ditadura".
 

Deputada Alice Portugal (PCdoB) chamou Renato Rabelo de "cidadão do mundo", falou de sua dedicação no combate à ditadura e na direção do partido, sem qualquer economia com os adjetivos: amigo, profundo, amplo, indispensável.
 

ELEIÇÕES 2016
 

Alice Portugal – um dos nomes ventilados como de consenso das esquerdas em Salvador para a disputa do Palácio Tomé de Souza em 2016 -, salientou ainda o que chamou de novo momento na história do PCdoB, referindo à eleição do correligionário Flávio Dino ao governo do Maranhão no pleito 2014.
 

O deputado Fabrício Falcão (PCdoB) elogiou a iniciativa de Álvaro Gomes, ressalvando que o título concedido a Renato Rabelo se estenderia também a um "pedaço da história do país".
 

Presidente estadual da legenda, deputado Daniel Almeida observou que Renato Rabelo é uma figura marcante na defesa do pensamento marxista-leninista no país. Disse que ele tem sido "fundamental para a unidade das esquerdas, e na compreensão da luta institucional, sem perder o vínculo com a luta social".
 

O homenageado – nascido no município de Ubaíra-Bahia, em 1942 -, iniciou sua fala se dizendo emocionado e da satisfação em estar perto de familiares (a filha Celina Rabelo e a irmã Maria das Graças Rabelo) e de tantos correligionários importantes.
 

Ele retribuiu os elogios recebidos ressaltando o trabalho da "militância abnegada", repleto de conquistas e êxitos. Destacou a trajetória do jurista e ex-parlamentar João Mangabeira, para quem foi "uma das altas personalidades do país, marcada pela defesa destemida da democracia e do socialismo.
 

BARROU O RETROCESSO
 

Lembrou a emoção que sentiu ao ter sido reintegrado simbolicamente ao curso de medicina da UFBa, em abril de 2010, formação que lhe foi tirada pelo regime de exceção implantado no Brasil em abril de 1964. Renato Rabelo disse que o país mudou significativamente para melhor nos governos Lula e Dilma. E que a vitória para o segundo mandato da primeira mulher presidenta do Brasil conseguiu barrar um retrocesso.
 

Ao agradecer a honraria, ele não poupou elogios ao correligionário. "Álvaro Gomes é um deputado que muito enaltece o PCdoB pela luta em defesa da democracia. É franco, decidido, corajoso, assíduo e operoso. Exemplo para o partido".
 

Ao destacar os prêmios concedidos pelo Legislativo baiano a Álvaro Gomes, Renato Rabelo revelou o seu desejo de que a contribuição de Álvaro em favor da democracia e da Bahia não se encerre com o mandato que expira em janeiro próximo.
 

O comunista finalizou o discurso revelando sentimentos nobres: "golpe e ditadura nunca mais. Tenho orgulho da minha geração de lutadores. A democracia vencerá e os golpistas serão derrotados". Tomara, camarada.

 

Gilmar Medeiros

Ascom Álvaro Gomes

Home | Quem Somos | Fale Conosco

Portal do Deputado Estadual Álvaro Gomes © 2014 Todos os Direitos Reservados